Cresce mercado de papinhas e alimentação infantil em Ponta Grossa

O segmento de produção de papinhas e alimentação saudável está em alta, em Ponta Grossa. Pelo menos quatro empresas, que têm se dedicado exclusivamente a esse ramo, surgiram em menos de um ano na cidade. Segundo a nutricionista materno infantil, Esdra Ferreira, isso é uma parte do que demonstra ser uma perspectiva positiva em relação ao futuro alimentar das crianças. “Esses empreendimentos ajudam a conscientizar os pais sobre a alimentação saudável”, comenta.

Onde Comer PG/alimento infantil
Quatro empresas de alimentação infantil iniciaram as atividades em Ponta Grossa em menos de um ano/Foto: Silvia Cordeiro e Willian Chomexem

Os dados relacionados à saúde infantil são preocupantes. Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), 41 milhões de crianças menores de 5 anos são obesas ou apresentam sobrepeso. Quando se fala nas idades entre 5 e 19 anos, esse número salta para 124 milhões no mundo todo, em 2017. Os principais fatores são o desmame precoce de aleitamento materno, a introdução de alimentos inadequados, uso de fórmulas lácteas preparadas inadequadamente e ausência de atividades físicas.

A nutricionista ressalta que o Ministério da Saúde e a Federação Mundial de Obesidade fizeram uma estimativa do que pode acontecer com o futuro das crianças brasileiras. O país pode ter 11,3 milhões de crianças acima do peso em 2025, caso os mesmos hábitos ruins continuem. “Esse é um assunto que nos deixa triste, pois mostra que nossas crianças estão com uma expectativa de vida menor”, lamenta Esdra.

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), 41 milhões de crianças menores de 5 anos são obesas ou apresentam sobrepeso

No consultório da nutricionista, pelo menos 80% das crianças a partir de 5 anos até a adolescência estão tratando doenças relacionadas à má alimentação. “Normalmente, elas já vêm com o problema. Você vê que os exames estão todos alterados, algumas têm gordura no fígado, deficiência de vitaminas, entre outras situações”, revela. Conforme Esdra, o problema de saúde pode demorar alguns anos para aparecer. Por isso, a necessidade de prevenir e seguir as recomendações médicas desde os primeiros meses de vida.

Prevenção

A alimentação de uma criança pode começar muito antes de ela nascer. “Tenho muitas pacientes tentantes [buscando engravidar] que procuram uma orientação para começar uma gestação saudável e que depois continuam ao longo dos 9 meses”, afirma. Esdra reforça que essa preocupação antecipada pode evitar problemas durante a gravidez e, depois do nascimento, contribui para a produção de leite materno, que vai sustentar exclusivamente o bebê até os 6 meses de vida.

Onde Comer PG/Esdra Ferreira
Esdra Ferreira é nutricionista materno infantil/Foto: Silvia Cordeiro

Segundo ela, a partir da introdução alimentar, aos 6 meses, até 2 anos de idade, começam a se formar os hábitos das crianças. “Nessa fase, tudo depende dos pais. O que eles aprendem a comer no início vai para o resto da vida”, explica. Esdra ainda ressalta que é normal crianças selecionarem alimentos nos anos seguintes de vida, mas é preciso insistir, sem forçar. “Quanto mais crianças saudáveis, mais adultos saudáveis vamos ter”, enfatiza.

Conscientização

Apesar dos dados, que demonstram uma perspectiva preocupante para o futuro, a nutricionista acredita que esse segmento novo de alimentação saudável infantil vem mostrar que os pais começam a se preocupar com o que os filhos estão ingerindo. “A geração de hoje de pais e bebês já pensa diferente dos nossos pais e avós. O açúcar, por exemplo, não é amor, não é afeto. Mas é preciso saber que criança até os 2 anos não deve ingerir açúcar, porque o organismo não está preparado para isso”, ressalta.

Onde Comer PG/Snack 1
Papinhas e comidas para uma alimentação infantil mais saudável se destacam no mercado gastronômico de Ponta Grossa/Foto: Silvia Cordeiro

E foi essa conscientização que fez várias empresárias decidirem investir nesse ramo de papinhas e comidinhas para crianças. “Foi uma necessidade de mãe”, dizem em unanimidade. São quatro marcas que trabalham com esse tipo de negócio em Ponta Grossa: Empório da Papinha, Mamãe Ursa, Santo Papá e Snack Saudável. Todas surgiram em 2018, com o propósito de ser uma opção saudável para mamães e papais, que não querem recorrer à alimentação industrializada na correria do dia-a-dia ou para uma viagem.

Empório da Papinha

O Empório da Papinha é uma franquia de São Paulo e começou as atividades em Ponta Grossa em abril. A empresária Tatiane Camargo Wenceslau Joslin trouxe para a cidade alimentos que podem ser dados a partir dos 6 meses de vida até 8 anos. “Nós temos papinhas e comidinhas orgânicas, divididas conforme a fase do bebê e da criança. Tem frutinhas, sopa creme, sopa com pedaços, sobremesas, escondidinhos, massas, lanchinhos e refeições, que até adulto compra”, explica. Além disso, a loja também possui alimentos sem lactose, sem glúten, vegetarianos e veganos.

Onde Comer PG/Emporio
A papinha do lado esquerdo pode ser servida aos 6 meses de idade da criança; e a da direita, a partir de 8 meses/Foto: Willian Chomexem

Tatiane esclarece que todos os produtos são congelados, mas possuem uma técnica diferenciada, que mantém a qualidade e os nutrientes dos alimentos. O ultracongelamento permite com que a comida congele de forma mais rápida atingindo uma temperatura igual ou inferior a -18°C. “A comida não fica com gosto de congelada, não forma cristais de água e não perde o sabor”, comenta a empresária. Outra questão é sobre o sal, que “só é adicionado às comidinhas que servem após um ano de idade”, ressalta. Também há a preocupação com as embalagens, que são livres de BPA – Besfenol A, um composto utilizado para fabricar o policarbonato e que é tóxico.

Onde Comer PG/Emporio 2
Esses produtos são da linha de lanches: hamburguinho e bolinho de laranja/Foto: Willian Chomexem

O atendimento na loja é feito com agendamento, de segunda a sexta. Já no sábado, o espaço abre das 9h30 às 13h30, com a possibilidade das crianças e bebês fazerem a refeição por lá. O local está na Avenida Visconde de Taunay, 140, no Centro. O telefone para contato é (42) 99134-1234. Os preços dos alimentos individuais variam entre R$ 9,90 e R$ 21,90. Existem planos, que ficam entre R$ 51 a R$ 217,90.

Onde Comer PG/Emporio 1
O Empório da Papinha possui loja física, que fica localizada no centro de Ponta Grossa/Foto: Willian Chomexem

Mamãe Ursa

A produção das papinhas e comidinhas da Mamãe Ursa começou em março, mas os trabalhos de planejamento, cursos e testes de receitas tiveram início há quase três anos. As sócias Thaís Saad Sczepanski e Thaís Helena Nunes Wosgrau decidiram entrar nesse ramo após se tornarem mamães. “Sempre fomos muito neuróticas com a alimentação dos nossos filhos”, brincam. Foi, então, que a bióloga e administradora se uniram para ajudar outros pais que também querem uma alimentação mais saudável para os filhos.

Onde Comer PG/Mamae 1
A Mamãe Ursa possui produtos congelados de papinhas a partir de 6 meses a comidinhas, que podem ser oferecidas a crianças acima de 18 meses/Foto: Silvia Cordeiro

No cardápio, estão alimentos que podem ser consumidos entre 6 meses e 6 anos de idade. “São papinhas, sopas, refeições, bolachinhas, pães, bolos e bolinhos, que sempre possuem uma fruta ou um vegetal na receita”, explica Thaís Wosgrau. A outra sócia, Thaís Sczepanski, ressalta que estão sempre em constante mudança, testando novos produtos, para adaptá-los ao gosto das crianças.

Elas também trabalham com a linha de até 1 ano sem sal e depois, adicionam pouco de sal aos alimentos. Para os mais crescidinhos, de 18 meses em diante, a comidinha já leva um tempero mais adaptado ao costume de uma família. Nesse caso, há as opções gourmet, como risoto e moqueca. “Fazemos tudo com amor e cuidado de mãe, que nós somos”, revelam.

Onde Comer PG/mamae 2
As meninas da Mamãe Ursa também produzem bolachinhas, pães e bolos com produtos naturais/Foto: Silvia Cordeiro

As papinhas e comidinhas são congeladas e podem ser encontradas no espaço da Questão de Comida ou pedidas por meio de delivery, de segunda a sábado mediante agendamento. Existem também os alimentos frescos, que podem ser solicitados por encomenda pelos telefones (42) 99919-6151 ou (41) 99903-3004. O atendimento é de segunda a sexta, das 13h30 às 17h30. Em novembro, os clientes poderão encontrar os produtos na Rua Freire Alemão, 766, em Oficinas. Os preços dos alimentos variam de R$ 6 a R$ 16.

Snack Saudável

Já a Snack Saudável é uma proposta para atender as crianças que vão para a escola. A nutricionista Marília Strege e mais duas sócias decidiram investir numa franquia de Ji-Paraná, em Rondônia. “Sempre gostei de alimentação infantil e por ser mãe, sentia necessidade em melhorar a lancheira das crianças, para evitar o industrializado”, revela. Como a marca existe há três anos e meio e tem em vários estados do país, sentiram confiança em trazer esse trabalho para Ponta Grossa.

Onde Comer PG/snack 2
Os lanches da Snack Saudável são sempre compostos por suco, carboidrato e fruta/Foto: Silvia Cordeiro

Elas iniciaram as atividades em fevereiro e já atendem crianças de sete escolas, a partir dos dois anos de idade. Marília explica que o cardápio sempre é composto por fruta, carboidrato e suco e que quase não se repete ao longo do mês. “É legal não confundir saudável com fitness e lembrando que esse é um lanche para a escola. Os demais componentes da tabela nutricional devem ser consumidos no almoço ou no jantar. O objetivo é deixar a lancheira mais saudável, com frutas, suco não industrializado e um carboidrato de qualidade. A gente faz tudo o mais caseiro possível”, explica.

Para contratar o serviço, Marília ressalta que é importante conversar com a escola, para ver se a administração permite a entrega do lanche. “Nós fazemos todas as entregas próximo à hora do lanche. A maioria das escolas deixa a gente entregar direto na secretaria”, comenta. Caso contrário, a entrega é feita aos pais, no horário de entrada. Segundo ela, o lanche segue a Lei das Cantinas, onde as escolas devem oferecer para consumo dos estudantes uma alimentação mais saudável.

O valor diário do lanche é de R$ 10, mas é possível contratar planos. O mensal reúne 21 snacks ao custo de R$ 175. Já o trimestral são 63 snacks ao preço de R$ 500. O cardápio é enviado aos pais mensalmente pelo WhatsApp. Caso o filho não seja habituado a comer algo de determinado dia, o item pode ser substituído com aviso antecipado dos pais.

Onde Comer PG/abacaxi 02
Até o fim de outubro, a Snack Saudável começa a oferecer no cardápio lanches para adultos/Foto: Silvia Cordeiro

Até o fim de outubro, a Snack Saudável começa a servir o cardápio para adultos. As opções diárias são carboidrato, fruta e suco, no valor de R$ 15; carboidrato e fruta, R$12; fruta e suco, R$ 10; e apenas a fruta, R$ 5. Elas também vão lançar planos.

O endereço é Rua Rio de Janeiro, 221, na Nova Rússia. O telefone para contato é o (42) 99998-2836. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h30.

Santo Papá

O Santo Papá iniciou os trabalhos em março desse ano e oferece papinhas e comidinhas para bebês e crianças. O trabalho funciona apenas como delivery pelo telefone (42) 99927-9012. O atendimento é de segunda a sábado, das 8h às 18h. Os valores variam de R$ 7 a R$ 13,50.

O Santo Papá oferece papinhas e comidinhas na linha da alimentação saudável para bebês e crianças/Foto: Divulgação
O Santo Papá oferece papinhas e comidinhas na linha da alimentação saudável para bebês e crianças/Foto: Divulgação

2 comentários em “Cresce mercado de papinhas e alimentação infantil em Ponta Grossa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s